Transtorno do Déficit de Atenção

Transtorno do Déficit de Atenção

 

A pessoa que apresenta esse quadro, tem grande dificuldade de focar e sustentar a atenção nesse caso apresenta o sub tipo desatento, no subtipo hiperativo a pessoa costuma ter inquietação motora intensa sem um propósito especifico, ainda algumas pessoas podem apresentar os dois subtipos simultaneamente.

Essas manifestações devem estar presentes na vida da pessoa antes dos sete anos de idade e gerar prejuízos em pelo menos dois campos da vida da pessoal , por exemplo na escola e em casa.

Os desatentos costumam ser associadas ao longo da vida a ideia de que vivem no mundo da lua, é aquela criança que na escola passava desapercebida pelos professores, ou apresentava dificuldades nas notas em função da desatenção.

No subtipo hiperativo-impulsivo as pessoas acabam recebendo o estigma de serem ” ligados no 220 ” , inquietos e agitados, são aquelas crianças impossíveis que os pais dos coleguinhas evitam de convidar para a festinha dos seus filhos pois causam muitos problemas.

No passado se acreditava que essa condição desaparecia após a infância, hoje sabemos que esses quadros se modificam com o amadurecimento e o adulto TDAH preserva fatores desatentos enquanto que a hiperatividade tende a diminuir.

Os hiperativos podem apresentar grandes dificuldades na vida como um todo e se não tratados, com mais frequência, teem problemas com drogas e mais dificuldade em estabelecer e manter relacionamentos afetivos.

O tratamento envolve psicoterapia direcionada para esses aspectos e medicamentos que estimulem regiões cerebrais implicada na atenção.

Transtorno do Déficit de Atenção

 

A pessoa que apresenta esse quadro, tem grande dificuldade de focar e sustentar a atenção nesse caso apresenta o sub tipo desatento, no subtipo hiperativo a pessoa costuma ter inquietação motora intensa sem um propósito especifico, ainda algumas pessoas podem apresentar os dois subtipos simultaneamente.

Essas manifestações devem estar presentes na vida da pessoa antes dos sete anos de idade e gerar prejuízos em pelo menos dois campos da vida da pessoal , por exemplo na escola e em casa.

Os desatentos costumam ser associadas ao longo da vida a ideia de que vivem no mundo da lua, é aquela criança que na escola passava desapercebida pelos professores, ou apresentava dificuldades nas notas em função da desatenção.

No subtipo hiperativo-impulsivo as pessoas acabam recebendo o estigma de serem ” ligados no 220 ” , inquietos e agitados, são aquelas crianças impossíveis que os pais dos coleguinhas evitam de convidar para a festinha dos seus filhos pois causam muitos problemas.

No passado se acreditava que essa condição desaparecia após a infância, hoje sabemos que esses quadros se modificam com o amadurecimento e o adulto TDAH preserva fatores desatentos enquanto que a hiperatividade tende a diminuir.

Os hiperativos podem apresentar grandes dificuldades na vida como um todo e se não tratados, com mais frequência, teem problemas com drogas e mais dificuldade em estabelecer e manter relacionamentos afetivos.

O tratamento envolve psicoterapia direcionada para esses aspectos e medicamentos que estimulem regiões cerebrais implicada na atenção.

WhatsApp chat