Ansiedade e insônia quase sempre andam juntas

A ansiedade pode causar insônia e vice-versa. Entenda como é a relação entre esses dois transtornos que afetam grande parte da população.

A ansiedade e a insônia são transtornos que costumam figurar como companheiras para diversas pessoas. 

A sensação de angústia e paralisia durante o dia pode fazer com que a pessoa leve preocupações para a cama, dificultando seu sono ou tornando a noite um ‘dorme e acorda’ constante, inibindo o relaxamento adequado e o sono profundo.

Mas como cada um desses transtornos pode afetar você e o que fazer quando seus sintomas surgem? É isso que vamos descobrir.

Entendendo sobre a ansiedade e a insônia

Antes de seguir, é fundamental que se entenda o que realmente caracteriza a ansiedade e a insônia, como transtornos separados, a fim de reconhecer suas semelhanças e verificar sua prevalência.

A ansiedade como um transtorno é vista como o mal do século. Diferentemente da reação natural que temos quando em momentos de tensão ou estresse, a ansiedade como uma presença constante é danosa à saúde mental e até mesmo à física.  Quando nesse estado de forma frequente, há um acúmulo de estresse que provocam reações físicas, comportamentais, cognitivas e emocionais.

Geralmente, a pessoa é tomada por um sentimento de incapacidade e paralisação e apresenta uma preocupação exagerada e sem sentido com coisas corriqueiras, podendo inclusive, ter sensação de que algo ruim vai acontecer a qualquer momento. Isso pode ser acompanhado por irritabilidade, gestos de impaciência, dores de cabeça, tensão muscular, respiração ofegante ou falta de ar e palpitações.

Veja também:

Ansiedade: tudo sobre o mal do século

Já a insônia, por sua vez, acontece quando existe a dificuldade para pegar no sono, quando o sono é intermitente (acordando-se por diversas vezes durante a noite) ou quando se acorda e, por mais que se deseje voltar a dormir, isso acaba não sendo possível.

Essas noites de sono ruim – ou até de ausência de sono – frequentemente vem trazendo problemas ao dia a dia do indivíduo, que acaba enfrentando dificuldades para viver normalmente sua rotina, apresentando irritabilidade, cansaço e sonolência durante o dia, além de problemas de concentração e memória.

Veja também:
O segredo para dormir melhor com a higiene do sono

Ansiedade e insônia: frequentemente andam juntas

A ansiedade e a insônia podem se apresentar como transtornos complementares, isto é, uma pode surgir devido a presença da outra. É comum que um ansioso apresente episódios frequentes de insônia, da mesma forma que um insone pode sentir-se angustiado por não conseguir dormir e acabar gatilhando uma ansiedade.

As causas da ansiedade e da insônia podem ser compartilhadas em grande parte dos casos, como no caso de uma pessoa que esteja passando por dificuldades financeiras e sente-se ansioso por não conseguir mudar a situação. Quando tenta dormir, sua cabeça é invadida por uma série de pensamentos intrusivos que não a deixam relaxar. No dia seguinte, sente-se irritada e sonolenta, tendendo a postergar deveres e assim continua em um ciclo vicioso.

Por isso, buscar ajuda para o tratamento tanto da ansiedade quanto da insônia é importante para que não haja o agravamento do quadro ou não permita que abra-se espaço para o surgimento de outro transtorno. Inclusive, a insônia pode levar à depressão, bem como a ansiedade, que por trazer grande angústia, pode fazer crescer um sentimento de desesperança.

O que fazer para mudar essa situação?

Para controlar a ansiedade e a insônia, alguns hábitos podem ser incorporados. Veja algumas recomendações que servem para ambos os transtornos:

  • Evitar a alta exposição às redes sociais: elas são altamente ansiogênicas e a luz azul emitida pelos aparelhos retarda a produção melatonina – o hormônio do sono.
  • Fazer exercícios físicos: um corpo ativo ajuda a controlar a ansiedade e aumentar a qualidade do sono.
  • Boa alimentação: alimentação leve pela noite é fundamental para um bom sono e alimentos naturais ricos em triptofano ajudam a controlar a ansiedade.
  • Realizar a higiene do sono: defina hábitos como rotina para dormir e acordar e um quarto propício ao relaxamento para cuidar do seu sono e estar mais preparado para lidar com fontes ansiogências durante o dia.
  • Procurar ajuda profissional: o psiquiatra pode ajudar você no controle da ansiedade e no combate à insônia. Portanto, busque ajuda profissional ao sentir os sintomas desses transtornos.

Veja também:

21 hábitos que estão prejudicando sua saúde mental

Ansiedade e insônia tem solução: não deixe para depois

Os prejuízos causados por ambos os transtornos são grandes e podem ser ainda maiores se não tiverem a devida atenção. Por isso, ao sentir-se dominado por um sentimento paralisante e que lhe faz postergar as coisas ou perceber que seu sono nunca mais foi o mesmo, busque ajuda profissional para melhorar a sua qualidade de vida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

#main-content .dfd-content-wrap {margin: 0px;} #main-content .dfd-content-wrap > article {padding: 0px;}@media only screen and (min-width: 1101px) {#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars {padding: 0 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child {border-top: 0px solid transparent; border-bottom: 0px solid transparent;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width #right-sidebar,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width #right-sidebar {padding-top: 0px;padding-bottom: 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel {margin-left: -0px;margin-right: -0px;}}#layout .dfd-content-wrap.layout-side-image,#layout > .row.full-width .dfd-content-wrap.layout-side-image {margin-left: 0;margin-right: 0;} Agendar consulta