Como funciona a Psicologia Infantil e por que ela é eficaz

Já ouviu falar sobre psicologia infantil? Diferente do que muitos pensam, as crianças também sofrem com distúrbios psicológicos como ansiedade, depressão, transtorno obsessivo etc. 

O maior desafio está na identificação desses distúrbios nesse público que muitas vezes não sabe como ou não consegue se comunicar e explicar o que está acontecendo. Por isso, é fundamental que os pais contem com a ajuda da psicologia infantil e conheçam os sinais que podem indicar que algo não está bom. Leia mais sobre aqui. 

O que é a Psicologia Infantil?

A psicologia infantil trabalha com a psicoterapia, em que o objetivo é ajudar a criança na expressão de suas emoções. O psicólogo infantil é capacitado para identificar e trabalhar os conflitos psíquicos das crianças através de atividades lúdicas, permitindo que elas ressignifiquem eventos traumatizantes e busquem por melhores alternativas para lidar com esses conflitos.

Quando começar?

O cuidado com o estado emocional da criança é de grande importância para que ela possa enfrentar as próximas fases no seu desenvolvimento e amadurecimento sem prejuízo. Portanto, não há limite de idade para iniciar uma psicoterapia infantil. 

Quanto antes identificada a necessidade desse cuidado, melhor. Afinal, cuidar da saúde mental das crianças significa prevenir a saúde mental do adolescente e do adulto.

Como funciona?

O atendimento psicológico à criança é feito sempre de forma lúdica, seja através de brincadeiras, desenhos e/ou jogos. Dessa forma, a criança consegue expressar seus sentimentos. A participação dos pais no processo de psicoterapia da criança é fundamental, por isso eles poderão participar de encontros periódicos, assim como informações podem ser a eles solicitada. 

No caso de crianças em idade escolar, a parceria com a escola também é importante para a garantia de sucesso no processo. Isso se deve ao fato de que a criança passa boa parte do seu tempo na escola, onde muitas vezes é o local em que os conflitos psíquicos se manifestam.

Sinais de que a criança está em sofrimento psíquico

psicologia infantil criança depressão

Reconhecer que uma criança está em sofrimento mental pode ser uma tarefa árdua, o que pode ser uma fonte de grande frustração para os pais. 

Veja alguns sinais que podem demonstrar que a criança está precisando de auxílio psicológico:

  • Choro excessivo;
  • Mudança súbita de comportamento;
  • Ficar doente com muita frequência;
  • Dificuldades de interagir socialmente;
  • Intolerância com os colegas e família;
  • Agressividade;
  • Agitação;
  • Dificuldade de aprendizagem;
  • Compulsão alimentar;
  • Recusar-se a ir à escola;
  • Xixi na cama;
  • Recusa em permanecer próximo a uma pessoa específica;
  • Pesadelos frequentes;
  • Constipação e medo de evacuar;
  • Atraso na fala ou no caminhar;
  • Isolamento social;
  • Dificuldade de dormir sozinha.

Causas de sofrimento psíquico na infância

Não existe uma única causa que leva as crianças a sofrerem de transtornos mentais. 

Hoje em dia, as pressões externas sobre as crianças aumentaram, com inúmeras exigências como o bom desempenho escolar, esportivo, dominar um segundo idioma etc. Corresponder às expectativas da família, dos professores e dos colegas pode ser uma tarefa bastante difícil para algumas crianças e gerar irritação e ansiedade. Da mesma forma, muitas vezes as crianças estão sofrendo retaliação ou violência por parte de alguma pessoa em específico sem os pais saberem. Traumas como perdas familiares, a experiência de acidentes, ambientes conflituosos em casa também podem ser motivo de muito sofrimento.

Em todos esses casos, a psicologia infantil se torna imprescindível para que a criança seja capaz de organizar e expressar seus sentimentos.

IMPORTANTE: Os pais não são obrigados a entender o motivo de sofrimento de seus filhos.  As crianças possuem diversas formas de expressar-se e muitas vezes a fonte do problema não fica nada clara, mesmo para pessoas que as conhecem bem, como seus pais. 

O universo infantil é extenso e complexo e pode necessitar de ajuda profissional para ser interpretado e trabalhado.

Se você identifica sinais ou comportamentos que lhe preocupam em uma criança, não deixa de realizar uma avaliação com um psicólogo infantil qualificado.

Conte com a equipe da Psiquiatria Paulista e marque uma avaliação aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

#main-content .dfd-content-wrap {margin: 0px;} #main-content .dfd-content-wrap > article {padding: 0px;}@media only screen and (min-width: 1101px) {#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars {padding: 0 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child {border-top: 0px solid transparent; border-bottom: 0px solid transparent;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width #right-sidebar,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width #right-sidebar {padding-top: 0px;padding-bottom: 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel {margin-left: -0px;margin-right: -0px;}}#layout .dfd-content-wrap.layout-side-image,#layout > .row.full-width .dfd-content-wrap.layout-side-image {margin-left: 0;margin-right: 0;} Agendar consulta