Será que estou sofrendo de depressão no trabalho?

A depressão no trabalho representa hoje a segunda maior causa de afastamento do trabalho, no Brasil e no mundo. Apesar de a participação nas atividades diárias representar um aspecto importante na recuperação e enfrentamento da depressão, condições de estresse e sobrecarga no ambiente profissional podem prejudicar ou até mesmo causar o quadro depressivo.

Leia aqui como identificar e como lidar com esse problema cada vez mais prevalente.

Entendendo a Depressão e como ela influencia no trabalho

O transtorno depressivo é caracterizado como uma condição em que as pessoas apresentam humor deprimido associado a outros sintomas, como a perda de interesse e do prazer em realizar qualquer atividade a ponto de prejudicar a sua vida social e ocupacional. 

👉 Você pode ler mais sobre depressão e ansiedade em nosso blog aqui.

Algumas situações comuns no ambiente profissional moderno podem servir de gatilho para o desenvolvimento dessa condição, tais como:

  • Discriminação ou assédio no ambiente de trabalho;
  • Excesso de demandas e pressão;
  • Relacionamento hostil e/ou abusivo entre chefe e funcionários;
  • Competitividade excessiva no ambiente de trabalho;
  • Insegurança vinculada ao baixo retorno financeiro e reconhecimento nas atividades laborais.

Sinais e sintomas

Os sinais e sintomas de depressão no trabalho podem variar conforme gravidade e quantidade e, mesmo que associados ao trabalho, costumam se manifestar no âmbito familiar e social também, piorando conforme maior o estresse associado à sua ocupação.

Os sintomas de depressão no trabalho, são:

  • Cansaço excessivo e/ou mudanças no padrão do sono;
  • Irritabilidade;
  • Falta de motivação e/ou auto-estima;
  • Agressividade e acessos de raiva;
  • Dificuldade de concentração e quedas abruptas na produtividade;
  • Crises de choro e humor deprimido;
  • Dificuldade nas relações com os colegas de trabalho;
  • Procrastinação;
  • Dificuldade com a memória e atenção;
  • Alterações na libido e no apetite;
  • Inabilidade para tomar decisões.

Como lidar com a depressão no tralho

Cada vez mais prevalente, a depressão no trabalho, portanto, deve ser abordada e prevenida tanto pelos proprietários, gestores e líderes de instituições e organizações empresariais, assim como pelos funcionários.

Aos gestores e colegas de trabalho

depressão no trabalho

O primeiro passo é compreender que a depressão é uma doença que pode acometer qualquer pessoa e que deve ser respeitada e devidamente tratada. Ações como o desenvolvimento de programas de assistência para os profissionais com depressão pode ser um bom começo, assim como iniciativas de:

– Avaliação constante do ambiente físico de trabalho; 

– Incentivo e prática de atividades de capacitação, especialização etc.; 

– Aquisição de planos de saúde que ofertam tratamento psicológico e psiquiátrico;

– Alerta aos possíveis sinais e sintomas entre os funcionários.

Ao funcionário em sofrimento

Se você se identifica com esse quadro e identifica o ambiente de trabalho como uma fonte importante de sofrimento, considere adotar algumas estratégias que podem auxiliar no seu desempenho, como:

  1. Coloque sua saúde – física e mental – em primeiro lugar. Tente fazer pausas para caminhar e respirar por alguns minutos. Busque reconhecer os sintomas do seu problema e trabalhar como lidar com eles quando aparecerem durante o expediente. Invista naquilo que lhe traz bem-estar;
  2. Não seja tão exigente consigo mesmo. Cada ser humano tem sua curva de aprendizado própria, com  os progressos e as limitações individuais. Problemas na vida são inevitáveis e inerentes a qualquer emprego. Busque focar nos aspectos positivos da sua ocupação. Afinal, além do retorno financeiro, sentir-se ativo no trabalho é importante para a autoestima.
  3. Organize suas atividades profissionais e defina metas. Assumir compromissos com prazos possíveis e compatíveis ao próprio ritmo é fundamental. Uma dica boa é fazer listas na ordem de prioridade das atividades que você precisa fazer e mantenha seus documentos organizados.
  4. Aceite e peça por ajuda.  Uma pessoa em depressão merece e deve receber uma avaliação e tratamentos adequados. Converse com quem você se sente mais confortável, seja seu colega ou seu empregador sobre a depressão. Sintomas de depressão são mais comuns do que você imagina e poder compartilhá-los e conversar sobre os motivos que lhe geram sofrimento é extremamente terapêutico.

Apesar de muitas vezes deixada de lado, a saúde mental é tão importante quanto a saúde física, além de estarem diretamente relacionadas. Portanto, se você conhece alguém ou acha que você mesmo pode estar sofrendo de depressão no trabalho, não hesite em procurar ajuda. 

Conte com a Psiquiatria Paulista para preservar a sua saúde e marque uma avaliação aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

#main-content .dfd-content-wrap {margin: 0px;} #main-content .dfd-content-wrap > article {padding: 0px;}@media only screen and (min-width: 1101px) {#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars {padding: 0 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child {border-top: 0px solid transparent; border-bottom: 0px solid transparent;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width #right-sidebar,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width #right-sidebar {padding-top: 0px;padding-bottom: 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel {margin-left: -0px;margin-right: -0px;}}#layout .dfd-content-wrap.layout-side-image,#layout > .row.full-width .dfd-content-wrap.layout-side-image {margin-left: 0;margin-right: 0;} Agendar consulta