O que é esquizofrenia?

O que é esquizofrenia?

Certamente você já ouviu falar em esquizofrenia, mas a maioria das pessoas não entende realmente o que é essa doença e isso acaba gerando diversas formas de preconceito. A esquizofrenia é uma doença que acomete 1% da população, de todas as etnias, povos e culturas. Ou seja, ela é uma doença da própria condição humana, que não depende de fatores externos.

A esquizofrenia é uma doença psiquiátrica endógena que sempre existiu, sendo chamada de psicose antigamente, quando não se tinha conhecimento o suficiente sobre o problema. A doença é caracterizada principalmente por alucinações visuais e auditivas, além do isolamento.

Mas como surge a esquizofrenia e como é o seu tratamento? Continue lendo para descobrir!

Sintomas e diagnósticos da esquizofrenia

Os sintomas na esquizofrenia são divididos entre produtivos e negativos. No início da doença, surgem primeiro os negativos, que são caracterizados por apatia e falta da capacidade de ter uma vida normal. O indivíduo para de cuidar da própria higiene pessoal, aparenta não sentir emoções e nem estar ligado a realidade. A pessoa fica com o olhar perdido, como se estivesse no ‘mundo da lua’.

Em seguida podem aparecer os sintomas produtivos, caracterizados por delírios, alucinações, pensamentos desorganizados expressos através da fala e comportamento motor anormal. É comum os pacientes com esquizofrenias ouvirem vozes, acreditarem que estão sendo perseguidos e que há um complô contra eles. Uma característica bem forte da esquizofrenia é o paciente não perceber a falta de lógica no que está vivenciando e não acreditar em nenhum argumento que o tente explicar que o que ele está sentindo não é real.

Esse processo de desenvolvimento da doença pode levar anos. No começo, como não se sabe direito o que está acontecendo, é comum ocorrer muita ansiedade e tensão.


Leia também: Estou ansioso ou tenho ansiedade: qual a diferença?


A esquizofrenia também pode apresentar variações:

  • Esquizofrenia paranóide: predomina delírios e alucinações;
  • Esquizofrenia hebefrênica: pensamentos e discursos desconexos;
  • Esquizofrenia catatônica: quando o paciente fica em uma postura anormal por horas e apresenta resistência se alguém tenta mudar a sua posição;
  • Esquizofrenia simples: afastamento da realidade e das pessoas.

Nos homens a doença costuma se manifestar mais cedo, por volta do início dos 20 anos e nas mulheres é no final dos 20. Crianças e maiores de 40 anos dificilmente são diagnosticados com esquizofrenia.

Para diagnosticar a esquizofrenia, deve-se excluir a possibilidade de outras doenças ou do abuso de substâncias que possam causar os mesmos sintomas. O diagnóstico pode incluir exames físicos; testes e exames toxicológicos, bioquímicos e de imagem e avaliação psiquiátrica.

O que causa a Esquizofrenia?

esquizofrenia o que é schizophrenia

Não há uma única resposta para essa pergunta. Porém, a predisposição genética é um fator muito importante, já que uma pessoa que tem um parente de primeiro grau com a doença tem uma chance de 13% de também desenvolvê-la. Mas claro, há também fatores ambientais que estão envolvidos no processo, apesar de ainda não se souber muito bem quais.

Existem fatores que, apesar de não serem a única causa da doença, aumentam ainda mais os riscos, como:

  • Histórico familiar;
  • Inflamações ou doenças autoimunes;
  • Complicações na gravidez e no nascimento;
  • Idade avançada do pai;
  • Uso de drogas psicoativas durante a juventude e adolescência.

A Esquizofrenia tem cura?

Apesar de não ter cura para a doença, ela possui tratamento que, se feito corretamente, o paciente tem grandes chances de levar uma vida normal, sem interromper suas atividades e continuar integrado socialmente. Quanto mais cedo se descobre a doença, menores são as chances dela provocar danos mais graves na personalidade do indivíduo.

O tratamento deve ser feito durante toda a vida do paciente e inclui medicamentos e terapia psicossocial. Em alguns casos, pode ser necessária a hospitalização. Além disso, é muito importante educar a família do paciente, para diminuir o preconceito e tornar o tratamento mais efetivo.

Você não está só!

A Esquizofrenia é uma doença como qualquer outra e precisa de tratamento. Todo preconceito com doenças psiquiátricas dificulta muito na adesão ao tratamento, trazendo sofrimento para a vida dos pacientes.
Para tratar transtornos psiquiátricos, você pode contar com a clínica Psiquiatria Paulista! Agende agora a sua consulta!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

#main-content .dfd-content-wrap {margin: 0px;} #main-content .dfd-content-wrap > article {padding: 0px;}@media only screen and (min-width: 1101px) {#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars {padding: 0 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child {border-top: 0px solid transparent; border-bottom: 0px solid transparent;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width #right-sidebar,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width #right-sidebar {padding-top: 0px;padding-bottom: 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel {margin-left: -0px;margin-right: -0px;}}#layout .dfd-content-wrap.layout-side-image,#layout > .row.full-width .dfd-content-wrap.layout-side-image {margin-left: 0;margin-right: 0;} Agendar consulta