Num passado distante os psiquiatras era o médico que tratava os “loucos”, que é um termo pejorativo e não utilizado na linguagem médica. Havia pouca informação para os médicos e menos ainda para o público leigo.

Hoje em dia na internet e demais meios de comunicação, cada vez mais se fala sobre distúrbios do sono, depressão, ansiedade, compulsões e diversos distúrbios psicológicos que podem acometer qualquer pessoa. Ainda assim, há resistência das pessoas a procurar o psiquiatra, ou por acharem que isso é só para os casos mais graves ou de loucura.

Para que serve o Médico Psiquiatra?

A psiquiatria é a área da medicina que cuida das funções psíquicas, ou seja, humor, pensamentos, sentimentos, afeto, memória, concentração e tudo que envolve a mente. Os psiquiatras são mais conhecidos por tratar os casos mais graves de alterações mentais, como Alzheimer, psicoses, transtornos de personalidade e humor. Mas estes profissionais também tratam casos mais comuns como ansiedade generalizada, síndrome do pânico, estresse, depressão, fobias, estresse pós-traumático, transtornos alimentares e todos os outros problemas relacionados com o psicológico.

O médico psiquiatra é o especialista da mente. Faz diagnósticos, pede exames, prescreve tratamentos e medicamentos. Para conseguir essa formação, o profissional da saúde precisa fazer a faculdade de medicina e depois se especializar em psiquiatria, através de residência na área. O psiquiatra pode, além de receitar medicamentos, realizar a psicoterapia.

psiquiatra medico louco

O Preconceito atrapalha

Qualquer pessoa pode precisar de um médico psiquiatra alguma vez na vida. Seja por um trauma, estresse, ansiedade, pressão, é normal as pessoas sentirem que precisam de ajuda psicológica.

Mas o preconceito e a vergonha faz muita gente não procurar auxílio desses profissionais. Acreditar que o psiquiatra é médico de louco afasta as pessoas do tratamento e perpetuar essa ideia é um grande desserviço para quem precisa de ajuda.

Sentir-se mal vez ou outra faz parte da vida de qualquer pessoa, mas não é saudável achar que estados sem o gozo pleno de bem-estar, devem ser tidos como comuns. Procurar tratamento com um psiquiatra é um ato de coragem, resiliência e inteligência emocional que traz muitos resultados positivos para quem o faz.

Se você ou alguém que você conhece está passando por momentos difíceis, não se intimide e procure ajuda. Se precisar da gente, pode contar conosco.

WhatsApp chat