Saúde mental dos idosos e coronavírus: um olhar importante

A situação atual provocada pela pandemia do coronavírus, é encarada por cada pessoa de uma forma diferente. Tanto a doença em si quanto o isolamento social são fatores de estresse para todo ser humano.

Nos idosos, os efeitos podem ser ainda maiores, pois eles encontram-se no grupo de risco. Essa informação, por si só, já pode deixar muitas pessoas acima dos 65 anos angustiadas. Se ela estão em isolamento social, conforme o recomendado pela OMS, existem outros fatores que podem contribuir ainda mais para uma piora no estado emocional.

Por que os idosos estão no grupo de risco?

Os idosos estão no grupo de risco, tal como as pessoas diabéticas, hipertensas e cardíacas, pois sua imunidade é mais baixa, o que facilita a contração do vírus. Além disso, pelo fato de sua resistência corporal ser mais limitada, pode haver maior dano a órgãos alvo do coronavírus, como os pulmões e rins.

Por isso, é importantíssimo que os idosos permaneçam em isolamento e, quem estiver em sua companhia, também tenha cuidado redobrado para não trazer o coronavírus para dentro do local.

Quais os problemas emocionais causados pelo isolamento social nos idosos?

O isolamento social a longo prazo e quando negligenciados cuidados básicos para manutenção mínima da saúde mental, pode ser prejudicial à saúde de qualquer pessoa e ter um efeito ainda maior nos idosos.

Vale ressaltar que, neste momento, existem idosos em diferentes situações: alguns estão isolados em casas de repouso, outros recolhidos em suas próprias casas e uma outra parcela que está com a família. Para cada um deles, os desafios são diferentes, mas é importante fazer com que eles não se sintam isolados emocionalmente.

Em uma pessoa jovem, o isolamento pode contribuir para baixar a imunidade, devido à ausência de exposição solar (vitamina D) e o sentimento de solidão. Nos idosos, isso pode ser mais grave, justamente por terem um organismo menos resistente.

Veja também:
Depressão nos idosos: o que você precisa saber

Os fatores práticos para idosos que sentem-se sozinhos também pode ser um desafio. A busca por remédios e comida, por exemplo, pode ser um obstáculo que os impeça de viver de forma plena, o que influencia tanto na saúde física quanto na emocional.

Devemos exercitar um olhar atento aos idosos

É importante lembrar que isolamento social não é e nem deve significar isolamento emocional. Idosos sozinhos em casa e distantes da família ou em casas de repouso, precisam receber contato humano através de telefonemas ou videochamadas. Eles precisam se sentir acolhidos, amados e assistidos.

Atitudes que devemos ter com os idosos durante o isolamento social

 

Quem está convivendo diariamente com os idosos durante o isolamento, precisa ter sabedoria para conseguir lidar, algumas vezes, com a intransigência dos senhores e senhoras. Muitos deles vão querer sair e descrer na periculosidade que acaba os envolvendo. Nesses momentos, o bom humor e as conversas francas precisam acontecer. Nenhuma pessoa mais velha gosta de ser repreendida por uma mais jovem de uma forma abrupta, isso acaba sendo interpretado como um sinal de desrespeito. Aproveite o momento para esclarecer sobre todos os riscos e falar sobre a sua própria postura e atitude em relação ao isolamento social. Descreva o quão importante é a presença dele ou dela na sua vida e diga que você o ama ou a ama demais para permitir que algo ruim lhes aconteça. Faça com que eles sintam-se amados, acolhidos e entendidos em sua dor, trabalhe a empatia e coloque-se no lugar deles. Isto é muito importante. 

Além disso, promova atividades em conjunto. Eles precisam alimentar-se bem e exercitarem-se. Procure exercícios para pessoas da terceira idade no YouTube e tire esse momento junto. Converse, ria, brinque. Se houver uma área externa na casa ou condomínio, dê uma caminhada, pegue um pouco de sol para recarregar as energias. Peçam-lhes que conte uma antiga história enquanto isso. É um excelente momento para estreitar os laços e reforçar os vínculos

Veja também:
O afeto em tempos de isolamento social: uma reflexão profunda

Se você possui uma relação difícil com o idoso que está próximo a você neste momento, seja avô, avó ou tio e tia, aproveite para refletir o viés dessa relação. O que está ao seu alcance e que você pode tomar iniciativa para mudar? Muitas vezes, os problemas nas relações persistem, pois nenhum dos lados dá o primeiro passo e o ‘braço a torcer’. Experimente. Este é um bom momento para treinar a solidariedade e a paz nas relações, sejam elas próximas por oportunidade ou inevitabilidade. 

Como está a sua saúde mental?
Faça a avaliação emocional online e descubra!

O desafio dos idosos isolados emocionalmente

Infelizmente, uma parcela dos idosos estará também isolada emocionalmente neste período. Se você é um deles, canais de atendimento como o CVV – Centro de Valorização à Vida – podem ajudar a afastar um pouco do sentimento de solidão. Você pode ligar no 188 e conversar com um voluntário.

Caso você queira ajudar e ser um voluntário, pode inscrever-se no site do CVV, ajudar a espalhar o trabalho realizado por eles ou então ficar atento se existe algum idoso isolado emocionalmente próximo à você.

Cuidados práticos que os idosos devem ter em relação ao coronavírus

Além da parte emocional que é extremamente importante para o momento, tanto por uma questão de saúde mental e física quanto para garantir uma boa convivência, os idosos precisam de cuidado redobrado neste período. Portanto, vamos relembrar alguns deles:

  • Manter uma rotina sustentável, com horário para acordar, refeições, exercício, atividades de lazer e dormir
  • Respeitar o isolamento social e dar preferência por delivery ou por pessoas saudáveis e cuidadosas que possam fazer as voltas essenciais
  • Lavar sempre muito bem as mãos e ter um dispenser de álcool gel a disposição para quando precisar de higienização imediata
  • Utilizar a máscara caso seja extremamente necessária a saída
  • Instaurar uma ‘zona suja’, em que nada que vier contaminado da rua possa passar daquele pedaço próximo à porta antes de ser desinfetado
  • Manter as medicações usuais de forma regular e não começar a tomar nenhum medicamento novo sem recomendação do seu médico

É importante seguir as recomendações médicas de órgãos como a OMS – Organização Mundial da Saúde e o Ministério da Saúde do Brasil. As pessoas destes órgãos são guiadas pela ciência e sabem conduzir a situação de forma a evitar maiores prejuízos a toda a população.

A mente precisa de estímulos e prazer para permanecer saudável

Além de todo o cuidado prático, manter a saúde mental é bastante importante para os idosos. Atividades passivas demais, como assistir a televisão o tempo todo não são muito benéficas. É fundamental que se invista em atividades que estimulem o raciocínio. Os famosos passatempos como palavras-cruzadas, sudoku, caça-palavras e quebra-cabeças podem ser boas alternativas.

Ver notícias demais pode ser um fator que gere mais ansiedade e angústia, portanto, informe-se apenas sobre o necessário e em canais de confiança. O momento agora é de atenção e cuidado. Seguindo-se as recomendações médicas para o corpo e a mente, tudo ficará bem.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

#main-content .dfd-content-wrap {margin: 0px;} #main-content .dfd-content-wrap > article {padding: 0px;}@media only screen and (min-width: 1101px) {#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars {padding: 0 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child {border-top: 0px solid transparent; border-bottom: 0px solid transparent;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width #right-sidebar,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width #right-sidebar {padding-top: 0px;padding-bottom: 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel {margin-left: -0px;margin-right: -0px;}}#layout .dfd-content-wrap.layout-side-image,#layout > .row.full-width .dfd-content-wrap.layout-side-image {margin-left: 0;margin-right: 0;} Agendar consulta