Será que tenho TOC? Descubra os sintomas

Muitos de nós podem ter hábitos ou até mesmo pequenas manias que nos dão certo prazer ou fazem parte da nossa personalidade. No entanto, para as pessoas que sofrem do Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC), esses comportamentos são muito mais intensos e destrutivos e ainda são alimentados por pensamentos indesejados e persistentes.  

Para que você entenda exatamente o que se caracteriza como Transtorno Obsessivo-Compulsivo, preparamos esse texto esclarecedor. Confira.

O que é o Transtorno Obsessivo-Compulsivo – TOC?

Transtorno obsessivo-compulsivo é uma doença mental composta de duas partes: obsessões e compulsões. As pessoas podem experimentar obsessões, compulsões ou ambos, e elas causam muita angústia.

As obsessões são pensamentos, impulsos ou imagens indesejados e repetitivos que não desaparecem e tendem a causar muito ansiedade. Já as compulsões podem ser comportamentos como lavar, limpar ou ordenar as coisas de uma maneira específica ou repetitiva.

Outras ações não são óbvias para os outros. Por exemplo, algumas pessoas podem contar coisas ou repetir frases inúmeras vezes em sua mente. Há relatos de pessoas que descrevem que sentem-se na obrigação de repetir determinada ação até estarem completamente seguras que o objetivo foi realizado.

É importante entender que as compulsões são uma forma de lidar com as obsessões. Alguém que experimenta o transtorno obsessivo-compulsivo pode sentir angústia se não puder completar a compulsão.

Desse modo, as pessoas que sofrem de transtorno obsessivo-compulsivo geralmente sabem que obsessões e compulsões não fazem sentido, mas ainda sentem que não podem controlá-las. Além disso, as obsessões e compulsões também podem mudar com o tempo.

Sinais e sintomas

sera que tenho toc sinais e sintomas

Os sintomas e sinais do TOC são os mais variados possíveis, mas o que todos eles têm em comum é que interferem diretamente na vida de quem sofre.

Os principais sintomas da obsessão são:

  • Pensamentos agressivos ligados a si ou as outras pessoas;
  • A necessidade de ter coisas simétricas ou organizadas de maneira perfeita;
  • Medo de ser contaminado por germes e bactérias;
  • Pensamentos indesejados, muitas vezes, ligados a sexo, danos físicos e religião.

Essas obsessões refletem diretamente na compulsão e as principais são:

  • Limpeza excessiva do ambiente ou da lavagem das mãos;
  • Contagem de maneira compulsiva;
  • Mania de organizar e ordenar as coisas de uma forma muito específica e precisa;
  • A necessidade de verificar as coisas repetidamente, como conferir se a porta está trancada ou se o fogão está desligado.

Algumas das consequências desses sintomas:

  • Não ter o controle dos pensamentos e comportamentos, mesmo quando você consegue reconhecer que eles são excessivos;
  • Experimenta problemas em sua vida que são causados por esses pensamentos e comportamentos;
  • Cerca de 1 hora do seu dia ou até mais é gasto com esses pensamentos e comportamentos;
  • Não sente prazer na realização desses rituais, mas há um alívio breve nos pensamentos após execução de alguns comportamentos.

Além disso, alguns indivíduos que sofrem com transtorno obsessivo compulsivo apresentam tiques. Isso significa que há uma repetição de movimentos repentinos, como piscar os olhos, encolher os ombros e até mesmo movimentar os ombros e a cabeça.

Todos esses sintomas de TOC podem ir e vir, diminuindo ou piorando conforme o tempo passa. Embora grande parte dos adultos sejam capazes de reconhecer os sintomas, existem alguns que apresentam dificuldades em perceber que o comportamento é incomum.

Faça o teste e descubra seu nível de ansiedade!

Algum comportamento incomoda você?

Agora que você já sabe quais as características de um Transtorno Obsessivo-Compulsivo, fica mais fácil saber se você pode estar enfrentando esse problema. De qualquer forma, todo comportamento que gere algum desconforto a você mesmo pode ser trabalhado em sessões de psicoterapia. Para isso, você pode procurar um psicólogo ou psiquiatra e iniciar um tratamento que pode mudar a sua vida.

Estamos aqui para quando precisar

A Psiquiatria Paulista está pronta para ajudar você na mudança que você precisa. Marque sua consulta para ter uma melhor qualidade de vida mudando aquilo que não lhe agrada hoje.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

#main-content .dfd-content-wrap {margin: 0px;} #main-content .dfd-content-wrap > article {padding: 0px;}@media only screen and (min-width: 1101px) {#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars {padding: 0 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child {border-top: 0px solid transparent; border-bottom: 0px solid transparent;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width #right-sidebar,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width #right-sidebar {padding-top: 0px;padding-bottom: 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel {margin-left: -0px;margin-right: -0px;}}#layout .dfd-content-wrap.layout-side-image,#layout > .row.full-width .dfd-content-wrap.layout-side-image {margin-left: 0;margin-right: 0;} Agendar consulta