Descrição da Imagem

Psiquiatria Infantil


Psiquiatria Paulista > Psiquiatria Infantil

Quando procurar um Psiquiatra Infantil?

À medida que as crianças crescem e se desenvolvem, é natural que enfrentem altos e baixos em seus comportamentos e sentimentos. No entanto, o cuidado atencioso da família, amigos e escola pode, por vezes, ser insuficiente para resolver esses problemas.

Para questões de saúde mental mais graves ou persistentes, existem vários profissionais que podem ajudar. Seu médico de família ou outro profissional de saúde pode recomendar que seu filho consulte um psiquiatra se ele:

  • Tiver dificuldades para completar tarefas diárias ou se divertir.
  • Expressar ideias suicidas ou de se machucar.
  • Tiver alucinações (ver ou ouvir coisas que não existem) ou delírios (ideias fixas que não são verdadeiras).
  • Tiver necessidades complexas que exigem uma equipe de médicos e outros profissionais.
  • Continuar a ter problemas apesar da ajuda de outros profissionais de saúde mental.
  • Consultar um psiquiatra é um passo positivo e dará ao seu filho a melhor chance de recuperação. O tratamento psiquiátrico é muito eficaz para crianças e adolescentes com problemas de saúde mental. Quanto mais cedo uma criança receber a ajuda certa, mais cedo se sentirá melhor.

Quais são as habilidades de um Psiquiatra Infantil e como elas podem ser úteis na avaliação de crianças e adolescentes?

O Psiquiatra Infantil possui formação médica e especializada em Psiquiatria, com treinamento complementar na subespecialidade de psiquiatria infantil e adolescente. Eles adotam uma abordagem holística, considerando como as emoções, questões sociais e sintomas físicos interagem.

Os psiquiatras de crianças e adolescentes possuem formação especializada e habilidades específicas em:

  • Gestão da saúde mental de crianças e adolescentes.
  • Avaliação e gerenciamento de relacionamentos familiares.
  • Desenvolvimento emocional, social e comportamental da infância.
  • Terapias destinadas a crianças e adolescentes.
  • Coordenação do cuidado com outros profissionais de saúde.

Quais são as condições de saúde tratadas por um Psiquiatra Infantil?

Os psiquiatras de crianças e adolescentes são médicos especialistas na saúde mental de crianças e jovens. Eles podem ajudar as crianças e suas famílias a lidar com uma ampla gama de condições, incluindo:

  • Depressão, transtornos de ansiedade, transtornos alimentares, automutilação, esquizofrenia, transtorno bipolar.
  • Trauma ou distúrbios relacionados ao estresse.
  • TDAH.
  • Transtornos do espectro autista (TEA).
  • Aspectos psicológicos da deficiência ou condições de desenvolvimento.
  • Questões médicas complexas que têm aspectos psicológicos.
  • Revisão de medicamentos que podem influenciar a saúde mental de uma criança.

Como preparar uma criança ou um adolescente para participar de uma consulta com o Psiquiatra infantil?

Consultar um psiquiatra é um passo positivo para ajudar seu filho a se sentir melhor. É importante preparar seu filho para essa experiência para que ele se sinta confortável e seguro.

Explique qual é a finalidade da consulta:

  • Preparar seu filho antecipadamente fará com que ele se sinta mais à vontade e capaz de se expressar abertamente. Aqui estão algumas sugestões sobre o que você pode dizer:
  • Falar sobre sentimentos e preocupações: Seu filho terá a oportunidade de falar sobre seus sentimentos e preocupações, além de fazer perguntas.
  • Sem punições: Eles não estarão “em apuros” por nada que disserem.
  • Participação nas decisões: Eles terão voz sobre qualquer tratamento sugerido.
  • Envolvimento dos pais: Você, como pai ou mãe, pode estar envolvido em parte ou em todo o tratamento, então nem tudo gira em torno deles.

Qual é a dinâmica da consulta?

A primeira consulta é chamada de “avaliação”. Durante essa sessão:

  • Entrevista inicial: O psiquiatra fará perguntas para conhecer seu filho e entender por que ele pode precisar de ajuda.
  • Sessões conjuntas e separadas: No início, é provável que o psiquiatra veja você e seu filho juntos. Depois, poderão ser marcados encontros separados para que cada um possa expressar seus pontos de vista livremente.
  • Informações adicionais: O psiquiatra pode pedir que você traga outras informações, como relatórios escolares e resultados de exames médicos, para ajudar no diagnóstico.
  • Plano de tratamento: No final da avaliação, todos se reúnem para discutir e concordar sobre um plano de tratamento.
  • Ao seguir essas orientações, você pode ajudar seu filho a se sentir mais confortável e seguro ao consultar um psiquiatra, facilitando o caminho para o bem-estar emocional e mental.

É importante lembrar que cada criança é única e o tratamento precisa ser individualizado.

A busca por ajuda profissional é o primeiro passo para garantir que uma criança ou adolescente com problemas de saúde mental receba o tratamento adequado e tenha a chance de se desenvolver plenamente.