Sono e quarentena: aplicando a higiene do sono na prática

As maiores queixas nos consultórios psiquiátricos estão relacionadas aos problemas com o sono. Em tempos de quarentena, é comum ouvir que o sono está está desregulado e isso impacta severamente na nossa saúde mental e física.

A quarentena por si só, já impõe uma série de desafios e uma batalha diária para vencê-los: a ansiedade, manutenção da rotina, cuidados com a alimentação e exercícios físicos. Ainda, o sono soma-se a eles.

No entanto, a boa notícia é se você começar a realizar a higiene do sono durante a quarentena e for mudando seus hábitos nesse sentido, provavelmente os outros desafios ficarão mais fáceis de serem superados. Isso, pois o sono tem um papel fundamental na manutenção do nosso organismo.

O papel do sono na quarentena

O sono possui um papel restaurativo no nosso organismo. Boas noites de sono vão nos deixar mais descansados fisicamente e mentalmente para o próximo dia, além de reforçar o nosso sistema imunológico, segundo alguns estudos, o que é muito importante para esse momento.

Além disso, noites mal-dormidas vão contribuir para a liberação de cortisol – hormônio do estresse – deixando você com a sensação de cansaço, irritabilidade e improdutividade. Esses sintomas podem influenciar muito na tentativa de equilíbrio das outras atividades durante a quarentena.

Ponto importante: qual a causa do meu problema de sono?

É muito importante entender qual a causa principal do problema da sua rotina de sono. Às vezes, ela pode ter causa orgânica, ou seja, ser causada por alguma desregulação hormonal ou problema de saúde.

No entanto, em muitos casos, a causa acaba sendo pelos maus hábitos internalizados ao longo de tempos e que acabam passando despercebidos. É justamente aí que a higiene do sono pode ajudar você.

O que é a higiene do sono e como ela pode me ajudar?

A higiene do sono é uma rotina, uma série de bons hábitos que você adquire em prol de melhores noites de sono. Para isso, você precisa conhecer as necessidades do seu corpo, como quantas horas de sono são ideais para você, por exemplo, e ir moldando seus hábitos para garantir um sono restaurador e, consequentemente, dias melhores e mais produtivos.

No entanto, existem algumas boas práticas comuns a todos que podem ser adotadas por quem queira começar a realizar a sua higiene do sono nessa quarentena. Vamos falar delas logo abaixo.

Como dormir melhor na quarentena com a higiene do sono? Aprenda com a história do João

Para ajudar você de forma prática nesse sentido, vamos colocar o exemplo do que seria uma rotina saudável em relação ao sono, incorporando a higiene do sono. As dicas serão destacadas para você entender o porquê de cada ação, certo? O foco dessas dicas estão na quarentena, mas você pode – e deve – aplicá-las mesmo quando esse período acabar.

João está trabalhando em home office desde abril. De lá para cá, ele viu que não conseguiu manter uma boa rotina de sono, o que vem atrapalhando sua produtividade durante o dia. Então, após conhecer a higiene do sono, João começou a aplicar alguns hábitos que melhoraram a qualidade do seu sono. Hoje, ele acorda mais disposto e sente-se mais preparado mentalmente e fisicamente para os desafios do dia.

Primeiramente, ele percebeu que precisava construir um verdadeiro santuário do sono, para que suas noites fossem tranquilas. Com isso, ele entendeu que precisava controlar a entrada de luz no ambiente, até mesmo do seu relógio digital de cabeceira, que emitia uma luz muito alta para a noite. Com isso, ele parou de assistir televisão no quarto e investiu em um bom travesseiro, para manter o conforto na cama e a postura correta. Ele também parou de olhar o celular 30 minutos antes de dormir e de acordar, pois descobriu que a luz azul emitida por esses aparelhos interferem no sono, nos deixando mais alertas e dificultando o ingresso ao sono.

Mesmo em quarentena, João entendeu no seu processo de higiene do sono que precisava manter uma rotina e que isso ajudaria ele a enfrentar melhor o seu dia, então, ele estipulou horas para dormir e para acordar. Mesmo assim, quando ele não conseguia pegar no sono, ele não ficava insistindo na cama, rolando de um lado para o outro. Ele levantava, lia algo à meia luz ou bebia um copo d’água, para só depois voltar à cama e tentar dormir. 

Isso fez com que ele parasse de comer na cama ou assistir a séries e filmes no seu santuário de sono. E falando em comer, João percebeu que não poderia comer muito antes de dormir, pois isso era ruim para o seu sono, da mesma forma que dormir com fome também o incomodava. Então, ele definiu que deveria se alimentar 2 horas antes de dormir. Isso também fez com que passasse suas atividades físicas para o período da manhã, pois realizá-las a noite o fazia ficar muito agitado, mas pela manhã, lhe dava disposição para o dia. 

Hoje, João está feliz com sua rotina e sente-se mais disposto para seus afazeres durante o dia. Ele entendeu que a higiene do sono é algo como escovar os dentes e que precisa ser feito da maneira correta, considerando suas particularidades, mas que deve ser constante.

Que tal fazer como o João e ouvir sobre a higiene do sono?

Eu fiz uma live sobre a higiene do sono no YouTube. Se você não acompanhou, ela está salva aqui para você entender melhor o motivo pelo qual o João começou a seguir essas dicas e como eu mesmo aplico a higiene do sono no meu dia a dia. 

Vídeo: Higiene do Sono: dicas para melhorar a qualidade do sono em tempos de quarentena

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

#main-content .dfd-content-wrap {margin: 0px;} #main-content .dfd-content-wrap > article {padding: 0px;}@media only screen and (min-width: 1101px) {#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars {padding: 0 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child {border-top: 0px solid transparent; border-bottom: 0px solid transparent;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width #right-sidebar,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width #right-sidebar {padding-top: 0px;padding-bottom: 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel {margin-left: -0px;margin-right: -0px;}}#layout .dfd-content-wrap.layout-side-image,#layout > .row.full-width .dfd-content-wrap.layout-side-image {margin-left: 0;margin-right: 0;} Agendar consulta