Síndrome do pânico: quando a ansiedade pode se tornar um transtorno?

A ansiedade é um sentimento comum do ser humano. É normal nos sentirmos ansiosos diante de situações novas ou desafiadoras. Porém, a ansiedade pode chegar a causar transtornos emocionais, dentre eles a síndrome do pânico.

Segundo um relatório publicado pela OMS, o Brasil é o país mais ansioso do mundo. São mais de 18 milhões de pessoas que convivem diariamente com a ansiedade. Deste total, estima-se que 6 milhões de pessoas sofram com a síndrome do pânico.

Qual é a relação entre a ansiedade e a síndrome do pânico?

A síndrome do pânico é um transtorno caracterizado pela ocorrência de crises de ansiedade repentinas e agudas, em que o paciente experimenta sentimentos como medo e desespero, mesmo em situações que não apresentem perigo algum. Esse transtorno está diretamente relacionado à ansiedade, a diferença está na intensidade dos sintomas, na quantidade de ocorrências e na imprevisibilidade em que ocorre.

O transtorno de pânico, portanto, é um quadro de ansiedade agravado que causa grandes prejuízos na vida do paciente. A pessoa pode até mesmo se afastar do convívio social, por medo de se deparar com algum gatilho que possa desencadear uma crise.

Dessa forma, podemos dizer que a síndrome do pânico tem sua raiz na ansiedade. Embora não exista uma única causa conhecida para este transtorno, sabe-se que pessoas ansiosas que desconhecem seu diagnóstico ou negligenciam sua saúde mental podem desenvolver o transtorno do pânico com o passar dos anos.

Como identificar a síndrome do pânico

O procedimento de diagnóstico da síndrome do pânico é realizado pelo psiquiatra após a anamnese (conversa entre o médico e o paciente) e segue uma série de critérios estabelecidos pelo DSM-5 (Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais).

Embora os ataques de pânico sejam comuns também em diversos outros tipos de fobias ou transtornos de ansiedade, eles não constituem, necessariamente, um diagnóstico de transtorno ou síndrome do pânico. Por essas e outras razões, o diagnóstico e o acompanhamento da pessoa e de seus sintomas deve ser realizado por um profissional qualificado, capaz de analisar as particularidades de cada paciente.

Quando consultar um médico

A síndrome do pânico é um transtorno sério que merece atenção e cuidados. Procure um médico se:

  • Você sente que está se preocupando demais e isso está interferindo no seu trabalho, relacionamentos ou em outras partes de sua vida;
  • Seu medo, preocupação ou ansiedade são perturbadores e difíceis de controlar;
  • Você se sente deprimido;
  • Você tem pensamentos ou comportamentos suicidas – se esse for o caso, procure ajuda especializada imediatamente.

Não ignore o que você está sentindo, sua ansiedade pode piorar com o tempo se você não procura ajuda! Consulte o seu médico ou um profissional de saúde mental antes que sua ansiedade piore. Quanto mais cedo você receber o diagnóstico, mais fácil será o tratamento.

Conte com a gente

Se você acha que pode estar sofrendo de ansiedade ou síndrome do pânico, entre em contato com a nossa equipe de especialistas e marque uma avaliação conosco.

Nossa equipe está à disposição, e você pode agendar uma consulta facilmente clicando em nosso Whatsapp ou através do telefone (11) 3262-3468.

#main-content .dfd-content-wrap {margin: 0px;} #main-content .dfd-content-wrap > article {padding: 0px;}@media only screen and (min-width: 1101px) {#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars {padding: 0 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars > #main-content > .dfd-content-wrap:first-child {border-top: 0px solid transparent; border-bottom: 0px solid transparent;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width #right-sidebar,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width #right-sidebar {padding-top: 0px;padding-bottom: 0px;}#layout.dfd-portfolio-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel,#layout.dfd-gallery-loop > .row.full-width > .blog-section.no-sidebars .sort-panel {margin-left: -0px;margin-right: -0px;}}#layout .dfd-content-wrap.layout-side-image,#layout > .row.full-width .dfd-content-wrap.layout-side-image {margin-left: 0;margin-right: 0;} Agendar consulta